A atividade inicial do Grupo foi a de captação de córneas, para beneficiar pessoas que aguardavam na fila de espera pelo almejado transplante. As córneas são distribuídas gratuitamente.

Depois disso, surgiu assistência médica especializada em Oftalmologia, para atender a demanda reprimida na cidade e região (principalmente do SUS), incrementado com ações preventivas de saúde visual e pesquisa científica. Com a evolução, estendeu o atendimento para a especialidade de Otorrinolaringologia. Atualmente, em parceria com os Governos Público Municipal e Estadual, vem diversificando suas atividades, visando o bem-estar social. Também tem o foco no ensino, promovendo a formação na educação infantil e o aperfeiçoamento médico.

A administração das unidades do Grupo BOS, mais os gerenciamentos de serviços de saúde e equipes para captação de córneas, exigem a utilização de tecnologia de ponta e profissionais altamente capacitados. Para tanto, o Grupo BOS foi pioneiro na implementação de rede de dados, utilizando cabeamento de fibra óptica, estruturado para o suporte das atividades clínicas e administrativas, interligando o Grupo. Possui software para Gerenciamento Eletrônico de Documentos (GED) e Automatização de Processos (Workflow) que gerenciam diferentes atividades. Utiliza Sistema Integrado de Gestão Hospitalar (ERP), que atende todas as Unidades do Grupo.

 

 

O BOS tem uma das residências médicas em Oftalmologia mais qualificadas e concorridas do Brasil. Com duração de três anos consecutivos, ela contribuiu significativamente para a formação de profissionais especializados, que atendem no BOS e em outras destacadas unidades hospitalares do País.
Após a residência, o médico também pode continuar fazendo subespecialização nas diferentes áreas da Oftalmologia e especialização em Otorrinolaringologia. O Centro de Estudos criado para o desenvolvimento científico recebe o nome do Diretor “Pascoal Martinez Munhoz” em sua homenagem. Promove, periodicamente, eventos para aprimoramento dos seus profissionais, além de simpósios nacionais e internacionais com renomados médicos da área.

Humanizar é valorizar todos os envolvidos no processo de produção de saúde: usuários e colaboradores. Dentro dessa filosofia, o BOS desenvolveu sua política institucional de humanização. Preza pelo atendimento de referência tecnológico, mas reconhece e valoriza os recursos humanos. Principalmente, estimula o ambiente hospitalar para ser hospitaleiro e humanizado, destacando algumas de suas ações:

• Atendimento diferenciado para crianças

• Comemorações de datas

• Tematização do hospital, com fotos e informações históricas da cidade de Sorocaba e da Instituição

• Ambientes terapeuticamente aromatizados

• Espaço antistress (cadeiras para massagem)

• Cyber Café

• Ambiente wireless (internet sem-fio)

A defesa da questão ambiental é um dos principais valores da administração do Grupo BOS, que adota a visão do melhoramento contínuo dos processos e da segurança, bem como a conscientização de todos os colaboradores e parceiros. Conta com a Comissão do Meio Ambiente, que tem a atuação baseada na legislação. Assim, obedece ao regulamento técnico e operacional para o Gerenciamento de Resíduos do Serviço de Saúde.
Várias atividades são desenvolvidas para orientação dos colaboradores, médicos e pacientes. Mantém parceria com a CORESO – Cooperativa de Reciclagem de Sorocaba e com o Instituto Viver Sorocaba, para o recolhimento de lixo reciclável, pilhas e baterias, representando uma das maiores captações da cidade.

 

Por dois anos consecutivos, o BOS recebeu do Governador Estadual de SP os prêmios de Maior Captador de Córneas e pelo Maior Número de Transplantes Realizados. Estes prêmios são chamados de “Oscar dos Transplantes”.

Qualidade, investimento e abrangência são alicerces importantes na história do BOS, que ostenta a certificação NBR ISO 9001:2008, concedida pela empresa alemã BRTÜV após avaliar as atividades de abordagem, captação, avaliação, preservação, armazenamento e disposição de córneas. Também possui a certificação de qualidade expedida pela ONA – Organização Nacional de Acreditação, reconhecida pelo Ministério da Saúde. O BOS foi o primeiro banco de olhos do Brasil a merecer essa deferência; o Hospital Oftalmológico e o Hospital de Otorrinolaringologia também foram os primeiros da área de especialidades a terem a certificação. A E-bos, escola mantida pelo BOS, também está certificada com a ISO 9001:2008.

Desde o início de suas atividades, a Instituição tem investido na aquisição e atualização de novas tecnologias médicas. Na especialidade de Oftalmologia, equipamentos de última geração confirmam os avanços do BOS, como Intralase®, Tomógrafos de Coerência Óptica – O.C.T. Stratus e Visante; Biômetro IOL Master, Orbscan e Aberrômetro, Excimer Laser Zioptix, entre outros. Na Otorrinolaringologia, conta com Videoendoscopia, Estroboscopia, Audiometria, Imitanciometria, BERA, Exame Otoneurológico, Emissões Otoacústicas, Polissonografia, entre outros.