O Serviço de Diagnóstico e Terapia do Hospital Oftalmológico de Sorocaba é equipado com aparelhos de última geração com alta tecnologia, que visa oferecer a médicos e pacientes, o que há de melhor no mercado, garantindo resultados precisos e confiáveis.


Contamos com uma equipe de Tecnólogos, especializados em Saúde e em Oftalmologia, pela Faculdade de Tecnologia de Sorocaba- Fatec e Universidade Estadual de São Paulo - USP, respectivamente, que são responsáveis pela realização de alguns exames e pelo bom andamento do Setor.

Estamos disponibilizando este Serviço à todos os médicos interessados em encaminhar seus pacientes ou, até mesmo utilizar estes equipamentos, para a realização de exames para Diagnóstico e Tratamento. Abaixo, apresentamos uma relação de equipamentos disponíveis, suas especificações e taxas cobradas.

“VISANDO CADA DIA MAIS, A SAÚDE DE SEUS OLHOS, O HOSPITAL OFTALMOLÓGICO DE SOROCABA INVESTE PESADO NA AQUISIÇÃO DE NOVAS TECNOLOGIAS E PROFISSIONAIS ESPECIALIZADOS.”

Equipamentos de suporte ao dignóstico e terapia:

O.C. T Tomógrafo de Coerência Óptica

O . C. T Tomógrafo de Coerência Óptica (Carl Zeiss Ophthalmic Systems, Inc. EUA) é um moderno equipamento que permite a realização de cortes transversais da retina, gerando imagens tomográficas de alta resolução, com alto grau de reprodutibilidade. É especialmente útil para aplicações diagnósticas oftalmológicas devido ao fácil acesso óptico às estruturas do segmento posterior do olho.

Alta resolução do OCT, que pode ser utilizado em inúmeras áreas da medicina, permite detectar sinais microscópicos de alterações precoces do tecido estudado, além de alterações anatômicas coroido-retinianas na profundidade da retina.

Workstation – Orbscan + Aberrômetro


É um sistema multidiagnóstico para estudo da córnea e de outras estruturas anteriores do olho. Fornece mapas corneanos exclusivos, de elevação e paquimétricos, além de mapas ceratométricos. Todos esses mapas são importantes para a indicação de cirurgias refrativas. Através deles e de índices obtidos através dos mesmos, tem-se importante auxílio no diagnóstico precoce e diferencial do ceratocone e dos efeitos do uso de lentes de contato sobre a córnea. Fornece medida da profundidade da câmara anterior, dado que auxilia na indicação de implantes intra-oculares.

Ocuscan - Biômetro e Paquímetro

Realizar a medida do diâmetro ocular em sua porção ântero-posterior, calculando assim, qual é o valor (grau) do implante de lente intra-ocular a ser utilizado no procedimento facectomia com implante de lente intra-ocular. Mede também a espessura corneana, central e periférica, que pode ser empregado no estudo de algumas doenças corneanas ou no pré-operatório das cirurgias refrativas.
Campimetria Manual / Computadorizada

Objetivo: O exame de campo visual é da maior importância na detecção do glaucoma e no acompanhamento da deteriorização do campo visual causada durante o curso da doença.


Topografia de Córnea Computadorizada


Objetivo: Analisar através do Mapeamento Topográfico a superfície corneana para avaliar possíveis anomalias e irregularidades da mesma. É empregado de rotina nos pré-cirúrgicos de Cirurgia Refrativa, no controle de alguns casos submetidos a Transplante de Córnea, assim como no auxílio para adaptação de Lentes de Contato.


Microscopia Especular


Objetivo: Avaliar e analisar a quantidade de células endoteliais da córnea, com a finalidade de fornecer informações sobre as condições do endotélio corneano. É utilizada em situações como pré-operatório de cirurgia de catarata (facectomia), diagnóstico de algumas doenças corneanas e controle de córneas doadas para Transplante. Este equipamento permite a realização do exame sem contato, oferecendo maior conforto aos pacientes, maior rapidez e confiabilidade nos resultados.

Permite selecionar de 10 a 20 células por amostra, tamanho máximo e mínimo de cada uma delas, média, paquimetria, desvio padrão e número de células por mm².
Ultrassonografia

Objetivo: Detectar através da emissão de ondas sonoras de alta freqüência que definem as linhas das estruturas oculares e orbitarias, a distância entre essas estruturas e verificar o local exato em que existe alguma anomalia. Utilizado para avaliação da opacidade do cristalino, anomalias no nervo óptico e em acompanhamento de tumores. 
Retinografia com Imagenet

Retinografia fluorescente
( Angiofluoresceinografia)


Objetivo: É o estudo da circulação retiniana através da injeção endovenosa de contraste (fluoresceína), com análise e documentação impressa seriada do comportamento do contraste na vascularização da coróide e retina. Detecta anormalidades vasculares, defeitos do epitélio pigmentar da retina, focos de hemorragias, edema, inflamação e/ou fibrose.

Retinografia
(colorida)

Objetivo: Fotografar e registrar o fundo de olho de pacientes com suspeita de doenças de retina.

Potencial de acuidade Visual (PAM)


Objetivo: Medir o potencial de Acuidade Visual em pacientes portadores de opacidades de meio (corneanas e de cristalino). Verifica em parte qual é a probabilidade de benefício do procedimento cirúrgico planejado para o caso.


Yag Laser

Objetivo: Laser sólido, utilizado para provocar fotorrupturas, é um laser de alta potência de emissão dentro da faixa do Infravermelho. O tratamento é indicado para cataratas, destacando-se uma das mais freqüentes complicações: a catarata secundária; tal disfunção surge nos olhos que já foram operados, tiveram suas Lentes implantadas e agora a cápsula posterior tornou-se opaca. O laser romperá a membrana opacificada, restituindo a visão do paciente.

Fotocoagulação a Laser

Objetivo: Converte o comprimento de onda de 1064 nm em uma emissão verde brilhante de 532 nm (visível), esta nova radiação pode ser focalizada na retina sem aberrações cromáticas e apresenta um único comprimento de onda, utiliza também feixe laser de He-Ne com emissão de luz vermelha de 633 nm como mira. Tratamentos: Retinopatia diabética proliferativa, Degeneração macular e Descolamento de retina. Este laser causará fotocoagulação no tecido pigmentado dentro do olho por ação térmica.


F.D.T.
- Instrumento de dupla Freqüência para Avaliação de Campo Visual

Utiliza estímulo duplo sinusoidal e monitoração de fixação Heijl Krakau, para avaliação de Campo de visão com área de teste de até 30º centrais. Opções de testes de Triagem, Limiar e Índices Estatísticos Globais (MD e PSD). Dispensa utilização de lente de correção refracional e oclusor ocular.
Opções de Testes e duração aproximada dos mesmos:
- Supra Limiar Central de 20º: duração de 45 segundos.
- Limiar Completo Central de 20º: duração de 3 minutos
- Limiar Completo Central de 30º: duração de 4 minutos.

Newww.comm | faça-nos uma visita!